top of page

PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE

MARCONDES 24.png

 

“PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE”

 

da Sociedade Brasileira de História da Medicina para Universitários de Qualquer Área do Conhecimento

 

A Sociedade Brasileira de História da Medicina tem o prazer de lançar em 2023 , o Prêmio Joffre Marcondes de Rezende, de Monografias sobre História da Medicina, para estudantes universitários de qualquer área do conhecimento. O Prêmio foi criado para contemplar estudantes universitários de todas as áreas que escrevam Trabalhos sobre História da Medicina, o que era uma antiga solicitação de estudantes de outras áreas pois o Prêmio Carlos da Silva Lacaz é dirigido apenas  aos estudantes de medicina. Além disso, o Prêmio faz homenagem ao Prof. Dr. Joffre Marcondes de Rezende eminente médico, professor e historiador da medicina, cujos trabalhos ao longo de sua de sua vida profícua muito contribuíram para a difusão e preservação da história da medicina.

 

Este Edital traz o regulamento do Prêmio, que é o mesmo do “Prêmio Carlos da Silva Lacaz” com as alterações pertinentes. e anuncia que as inscrições e envio dos trabalhos deverão ocorrer até o dia 25 de setembro de 2023 (data da postagem).

 

Os trabalhos deverão ser enviados por correio ao seguinte endereço:

“PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE”

Aos cuidados do Professor Dr. Lybio Martire Junior

Presidente da Sociedade Brasileira de História da Medicina

Rua Caravelas, 546 – Ibiraquera- São Paulo – SP - CEP: 04012-060.

E também uma cópia por e-mail para: lybiojunior@gmail.com


 

REGULAMENTO do “PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE”

Art. 1º - A Sociedade Brasileira de História da Medicina objetivando estimular uma melhor compreensão da História da Medicina e de seu papel na humanização do médico instituiu o “Prêmio Joffre Marcondes de Rezende” de Monografias sobre História da Medicina para estudantes universitários de qualquer área do conhecimento em 20023.

 

O Prêmio  é regido por este Regulamento.

Parágrafo Único: Por definição, Monografia sobre este assunto será considerada um trabalho escrito, em prosa livre, acerca de determinado ponto da história da medicina, versando sobre um tema específico, sem esgotá-lo, reunindo dissertações menores que as de um tratado feito em profundidade. O tema pode abordar qualquer situação (acontecimentos, descobertas, biografias, doenças, especialidades médicas, analogias,  outras situações ligadas à medicina ou à saúde,  etc) relacionada à História da Medicina. Qualquer divergência com o assunto estabelecido, a critério da Comissão Julgadora, poderá implicar na desclassificação do trabalho.

 

Art. 2° - Cada concorrente só poderá inscrever uma única monografia, podendo ser realizada individualmente ou em dupla, devendo ter um professor como orientador.

 

Art. 3° - O concurso destina-se a estudantes universitários de qualquer área do conhecimento e seu trabalho deve enquadrar-se no especificado no Artigo 1º..

Parágrafo Primeiro: Todos os participantes receberão certificados de participação.
Parágrafo Segundo: A Comissão Julgadora concederá o prêmio às três primeiras monografias mais bem classificadas, o prêmio constará de certificado correspondente, bem como, qualificação como membro acadêmico da Sociedade Brasileira de História da Medicina e inscrição para o XXVII Congresso Brasileiro de História da Medicina para cada um dos autores.


Parágrafo Terceiro: Um número de monografias selecionadas, a ser definido posteriormente pela Comissão Julgadora, fará jus à publicação no Jornal  Brasileira de História da Medicina (JBHM).


Art. 4° - Os trabalhos deverão ser apresentados em língua portuguesa, contendo no mínimo 3 (três) e no máximo 6 (seis) páginas, tamanho A4 (210mmX297mm) (sem considerar gráficos, tabelas, quadros ou ilustrações), com 31 (trinta e uma) linhas digitadas por página (margens superior, inferior, direita e esquerda de 2,5 cm (dois e meio centímetros), espaço duplo linhas, letra Times New Roman – corpo 12. Deverão conter resumo e abstract (em inglês) com aproximadamente 10 (dez) linhas cada, bem como referências bibliográficas, elaboradas de forma completa e precisa, rigorosamente conforme as Normas do JBHM – Jornal Brasileiro de História da Medicina.

Parágrafo único. Normas de publicação do Jornal Brasileiro de História da Medicina: O Jornal Brasileiro de História da Medicina destina-se à publicação de artigos originais, artigos de revisão, artigos de atualização bibliográfica, artigos de opinião e cartas ao editor, na área de História da Medicina e matérias correlatas. O original dos artigos deve estar em língua portuguesa, e deverá ser confeccionado utilizando-se fonte tipo Time New Roman, tamanho 12, em espaço duplo, com margens de 25mm em ambos os lados, com páginas numeradas no canto superior direito, iniciando pela página de rosto. O tamanho máximo do texto, incluindo as referências bibliográficas, tabelas e ilustrações, deve ser de 12 páginas para artigos originais e artigos de revisão, 03 páginas para artigos de opinião e 03 páginas para cartas aos leitores (estes últimos não deverão conter tabelas e ilustrações). Os artigos devem ser elaborados atendendo aos padrões mínimos de normatização para publicação de periódicos científicos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), devendo obedecer a seguinte ordem: página de rosto, resumo em português, resumo em inglês, palavras-chaves em português e inglês, texto, agradecimentos (a critério do autor), referências bibliográficas, gráficos, tabelas e legendas de figuras. As referências bibliográficas devem ser apresentadas em ordem alfabética e numeradas quanto à sua inserção no texto. Usar o Index Medicus para abreviaturas de jornais e revistas. Tabelas e Gráficos (se houver) devem ser apresentadas em folhas separadas, com título sucinto, porém explicativo. Se a tabela apresentar número grande de dados, preferir gráficos, os quais sempre apresentados em preto e branco. Ilustrações (se houver) devem ser enviadas com boa resolução, numerados em ordem de aparecimento no texto e em formato JPEG.


Art. 5° - Os trabalhos deverão ser enviados (até a data prevista), acompanhado do envio de 3 (três) vias impressas e identificados por título e pseudônimo do autor pelos correios. Deve acompanhar a via impressa do trabalho um envelope lacrado, identificado pelo pseudônimo, contendo nome completo, número do CPF e RG, xerox da carteira de estudante ou comprovante de vínculo estudantil junto à instituição de ensino médico, endereço residencial completo, endereço eletrônico, telefones e as informações curriculares que julgar necessárias (no máximo duas laudas) e uma declaração de que o trabalho é original e de que poderá ser publicado no Jornal Brasileiro de História da Medicina, consoante decisão do Corpo Editorial, assinada por todos os autores do trabalho. 

Parágrafo Único: Os envelopes lacrados somente poderão ser abertos após o julgamento e a classificação dos trabalhos, na presença de representantes da Comissão Organizadora do Concurso, com a finalidade de verificar a prerrogativa dos concorrentes, proclamar e divulgar os resultados do certame.

 

Art. 6° - As inscrições e envio dos trabalhos deverão ser feitas até o dia 15/09/2023 (data da postagem).

Inciso Primeiro: Os trabalhos deverão ser enviados por correio ao seguinte endereço: 

“PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE” - 2023

Aos cuidados do Professor Dr. Lybio Martire Junior, Presidente da SBHM, Rua Caravelas, 546 – Ibiraquera -São Paulo – SP CEP:04012-060

E uma cópia por e-mail para : lybiojunior@gmail.com

Inciso Segundo: Para fins de aceitação de inscrições  será considerada a data da postagem pelo correio. A Coordenação do Concurso não se responsabilizará por trabalhos extraviados pelos correios e que eventualmente não cheguem ao destino dentro dos prazos de vigência do Concurso.

 

Art. 7° - Para julgar os trabalhos concorrentes a Sociedade Brasileira de História da Medicina designará uma Comissão Julgadora formada por três membros.

Parágrafo Primeiro: À Comissão Julgadora será dada a responsabilidade de avaliar os trabalhos considerando: criatividade, redação, português, forma de abordagem e seu valor como contribuição para a área.

Parágrafo Segundo: Aos integrantes da Comissão Julgadora não caberá ônus ou pró-labore pela sua participação.

Parágrafo Terceiro: A decisão da Comissão Julgadora será soberana, não cabendo contra ela quaisquer recursos.

Parágrafo Quarto: Concluídos os trabalhos e divulgados os resultados do Concurso, a Comissão Julgadora tornar-se-á automaticamente extinta.

 

Art. 8° - Os resultados serão divulgados no site e facebook da Sociedade Brasileira da História da Medicina até o dia 26 de novembro de 2022

 

Art. 9° - A premiação dar-se-á durante a realização da Solenidade de Abertura do XXVII Congresso Brasileiro de História da Medicina, que ocorrerá Vitória – ES , na Solenidade de Abertura, constando de Certificado correspondente, cabendo ao participante arcar com as despesas de transporte, hospedagem e alimentação. Nesta ocasião serão também premiadas as Faculdades às quais pertencerem os três primeiros colocados bem como seus orientadores.  O prêmio para as Faculdades será composto de Menção Honrosa e para os orientadores, Certificado relacionado ao Prêmio.

 

Art. 10° - Os trabalhos, premiados ou não, a critério dos instituidores, poderão ser objeto de publicação, sempre com crédito para os autores, sem que caibam a estes quaisquer reivindicações no campo do direito autoral.

 

Art. 11° - A participação no Concurso implica na total aceitação deste regulamento por parte do candidato.

 

Art. 12° - Os casos omissos neste regulamento serão decididos pelo Presidente da Sociedade Brasileira de História da Medicina em comum acordo com a Comissão Julgadora.

 

Lybio Martire Junior, Prof. Dr.

Presidente da Sociedade Brasileira de História da Medicina

 

José Marcos dos Reis, Prof. Dr.

Editor do Jornal Brasileiro de História da Medicina

jofre m.png

O médico Joffre Marcondes de Rezende nasceu em Piumhi, em 19 de maio de 1921, e se formou na Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil (atual Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro) em 1950.

Especialista em gastroenterologia, mudou-se para Goiânia em 1954 e ali desenvolveu uma carreira dedicada ao ensino, à pesquisa e à clínica. Destacou-se por suas importantes contribuições ao estudo da doença de Chagas, tornando-se referência na área.

Em 2009, quando se comemorou o centenário da descoberta da doença, seu artigo sobre a forma digestiva da enfermidade, publicado originalmente em 1956, foi selecionado para figurar, em publicação da Editora Fiocruz (Clássicos em doença de Chagas), entre os 15 textos mais importantes produzidos sobre a doença até então, junto a trabalhos do próprio Carlos Chagas.

Rezende foi um dos fundadores da Academia Goiana de Medicina, da Sociedade Goiana de Gastroenterologia e da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás, onde lecionou por mais de 30 anos, recebendo a distinção de professor emérito em 1992.

Foi também um dos fundadores da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e da Sociedade Brasileira de História da Medicina.

Durante 35 anos foi o editor da Revista Goiana de Medicina, periódico criado em 1955 e ainda em circulação. Em 1959, recebeu a Medalha Comemorativa do Cinquentenário da Descoberta da Doença de Chagas, concedida pelo Instituto Oswaldo Cruz.

Em 2006, recebeu o título de professor honoris causa da Universidade de Brasília e em 2011 foi homenageado na 63a Reunião Anual da SBPC.

Foi autor de numerosos artigos e livros, entre eles Vertentes da medicina e Linguagem médica, este último já na quarta edição e uma referência na área médica.

Em 2013, foi um dos editores de Seara de Asclepio, que reúne diversos trabalhos sobre a história da medicina. Rezende mantinha estreitos laços com pesquisadores da Fiocruz, tendo sido integrante do Conselho Editorial da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos.

Nos deixou em 26 de janeiro de 2015, em Goiânia

 

Fonte:  CCS/Fiocruz

“PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE” da Sociedade Brasileira de História da Medicina para Universitários de Qualquer Área do Conhecimento

A Sociedade Brasileira de História da Medicina tem o prazer de lançar em 2024, o Prêmio Joffre Marcondes de Rezende, de Monografias sobre História da Medicina, para estudantes universitários de qualquer área do conhecimento. O Prêmio foi criado para contemplar estudantes universitários de todas as áreas que escrevam Trabalhos sobre História da Medicina, o que era uma antiga solicitação de estudantes de outras áreas pois o Prêmio Carlos da Silva Lacaz é dirigido apenas aos estudantes de medicina. Além disso, o Prêmio faz homenagem ao Prof. Dr. Joffre Marcondes de Rezende eminente médico, professor e historiador da medicina, cujos trabalhos ao longo de sua de sua vida profícua muito contribuíram para a difusão e preservação da história da medicina.

 

Este Edital traz o regulamento do Prêmio, que é o mesmo do “Prêmio Carlos da Silva Lacaz” com as alterações pertinentes. e anuncia que as inscrições e envio dos trabalhos deverão ocorrer até o dia 15 de agosto de 2024 (data da postagem).

 

Os trabalhos deverão ser enviados por correio ao seguinte endereço:

“PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE”

Aos cuidados do Professor Dr. Lybio Martire Junior

Coordenador de Premiação e Homenagens da Sociedade Brasileira de História da Medicina

Rua Caravelas, 546 – Ibiraquera- São Paulo – SP - CEP: 04012-060.

E também uma cópia por e-mail para: lybiojunior@gmail.com


 

REGULAMENTO do “PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE”

Art. 1º - A Sociedade Brasileira de História da Medicina objetivando estimular uma melhor compreensão da História da Medicina e de seu papel na humanização do médico instituiu o “Prêmio Joffre Marcondes de Rezende” de Monografias sobre História da Medicina para estudantes universitários de qualquer área do conhecimento em 2024.

 

O Prêmio  é regido por este Regulamento.

Parágrafo Único: Por definição, Monografia sobre este assunto será considerada um trabalho escrito, em prosa livre, acerca de determinado ponto da história da medicina, versando sobre um tema específico, sem esgotá-lo, reunindo dissertações menores que as de um tratado feito em profundidade. O tema pode abordar qualquer situação (acontecimentos, descobertas, biografias, doenças, especialidades médicas, analogias,  outras situações ligadas à medicina ou à saúde,  etc) relacionada à História da Medicina. Qualquer divergência com o assunto estabelecido, a critério da Comissão Julgadora, poderá implicar na desclassificação do trabalho.

 

Art. 2° - Cada concorrente só poderá inscrever uma única monografia, podendo ser realizada individualmente ou em dupla, devendo ter um professor como orientador.

 

Art. 3° - O concurso destina-se a estudantes universitários de qualquer área do conhecimento e seu trabalho deve enquadrar-se no especificado no Artigo 1º..

Parágrafo Primeiro: Todos os participantes receberão certificados de participação.
Parágrafo Segundo: A Comissão Julgadora concederá o prêmio às três primeiras monografias mais bem classificadas, o prêmio constará de certificado correspondente, bem como, qualificação como membro acadêmico da Sociedade Brasileira de História da Medicina e inscrição para o XXVIII Congresso Brasileiro de História da Medicina para cada um dos autores.


Parágrafo Terceiro: Um número de monografias selecionadas, a ser definido posteriormente pela Comissão Julgadora, fará jus à publicação no Jornal Brasileiro de História da Medicina (JBHM).


Art. 4° - Os trabalhos deverão ser apresentados em língua portuguesa, contendo no mínimo 3 (três) e no máximo 6 (seis) páginas, tamanho A4 (210mmX297mm) (sem considerar gráficos, tabelas, quadros ou ilustrações), com 31 (trinta e uma) linhas digitadas por página (margens superior, inferior, direita e esquerda de 2,5 cm (dois e meio centímetros), espaço duplo linhas, letra Times New Roman – corpo 12. Deverão conter resumo e abstract (em inglês) com aproximadamente 10 (dez) linhas cada, bem como referências bibliográficas, elaboradas de forma completa e precisa, rigorosamente conforme as Normas do JBHM – Jornal Brasileiro de História da Medicina.

Parágrafo único. Normas de publicação do Jornal Brasileiro de História da Medicina: O Jornal Brasileiro de História da Medicina destina-se à publicação de artigos originais, artigos de revisão, artigos de atualização bibliográfica, artigos de opinião e cartas ao editor, na área de História da Medicina e matérias correlatas. O original dos artigos deve estar em língua portuguesa, e deverá ser confeccionado utilizando-se fonte tipo Time New Roman, tamanho 12, em espaço duplo, com margens de 25mm em ambos os lados, com páginas numeradas no canto superior direito, iniciando pela página de rosto. O tamanho máximo do texto, incluindo as referências bibliográficas, tabelas e ilustrações, deve ser de 12 páginas para artigos originais e artigos de revisão, 03 páginas para artigos de opinião e 03 páginas para cartas aos leitores (estes últimos não deverão conter tabelas e ilustrações). Os artigos devem ser elaborados atendendo aos padrões mínimos de normatização para publicação de periódicos científicos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), devendo obedecer a seguinte ordem: página de rosto, resumo em português, resumo em inglês, palavras-chaves em português e inglês, texto, agradecimentos (a critério do autor), referências bibliográficas, gráficos, tabelas e legendas de figuras. As referências bibliográficas devem ser apresentadas em ordem alfabética e numeradas quanto à sua inserção no texto. Usar o Index Medicus para abreviaturas de jornais e revistas. Tabelas e Gráficos (se houver) devem ser apresentadas em folhas separadas, com título sucinto, porém explicativo. Se a tabela apresentar número grande de dados, preferir gráficos, os quais sempre apresentados em preto e branco. Ilustrações (se houver) devem ser enviadas com boa resolução, numerados em ordem de aparecimento no texto e em formato JPEG.


Art. 5° - Os trabalhos deverão ser enviados (até a data prevista), acompanhado do envio de 3 (três) vias impressas e identificados por título e pseudônimo do autor pelos correios. Deve acompanhar a via impressa do trabalho um envelope lacrado, identificado pelo pseudônimo, contendo nome completo, número do CPF e RG, xerox da carteira de estudante ou comprovante de vínculo estudantil junto à instituição de ensino médico, endereço residencial completo, endereço eletrônico, telefones e as informações curriculares que julgar necessárias (no máximo duas laudas) e uma declaração de que o trabalho é original e de que poderá ser publicado no Jornal Brasileiro de História da Medicina, consoante decisão do Corpo Editorial, assinada por todos os autores do trabalho. 

Parágrafo Único: Os envelopes lacrados somente poderão ser abertos após o julgamento e a classificação dos trabalhos, na presença de representantes da Comissão Organizadora do Concurso, com a finalidade de verificar a prerrogativa dos concorrentes, proclamar e divulgar os resultados do certame.

 

Art. 6° - As inscrições e envio dos trabalhos deverão ser feitas até o dia 15/09/2024 (data da postagem).

Inciso Primeiro: Os trabalhos deverão ser enviados por correio ao seguinte endereço: 

“PRÊMIO JOFFRE MARCONDES DE REZENDE” - 2024

Aos cuidados do Professor Dr. Lybio Martire Junior, Presidente da SBHM, Rua Caravelas, 546 – Ibiraquera -São Paulo – SP CEP:04012-060

E uma cópia por e-mail para : lybiojunior@gmail.com

Inciso Segundo: Para fins de aceitação de inscrições  será considerada a data da postagem pelo correio. A Coordenação do Concurso não se responsabilizará por trabalhos extraviados pelos correios e que eventualmente não cheguem ao destino dentro dos prazos de vigência do Concurso.

 

Art. 7° - Para julgar os trabalhos concorrentes a Sociedade Brasileira de História da Medicina designará uma Comissão Julgadora formada por três membros.

Parágrafo Primeiro: À Comissão Julgadora será dada a responsabilidade de avaliar os trabalhos considerando: criatividade, redação, português, forma de abordagem e seu valor como contribuição para a área.

Parágrafo Segundo: Aos integrantes da Comissão Julgadora não caberá ônus ou pró-labore pela sua participação.

Parágrafo Terceiro: A decisão da Comissão Julgadora será soberana, não cabendo contra ela quaisquer recursos.

Parágrafo Quarto: Concluídos os trabalhos e divulgados os resultados do Concurso, a Comissão Julgadora tornar-se-á automaticamente extinta.

 

Art. 8° - Os resultados serão divulgados no site e facebook da Sociedade Brasileira da História da Medicina até o dia 15 de setembro de 2024

 

Art. 9° - A premiação dar-se-á durante a realização da Solenidade de Abertura do XXVIII Congresso Brasileiro de História da Medicina, que ocorrerá Barbacena – MG , na Solenidade de Abertura, constando de Certificado correspondente, cabendo ao participante arcar com as despesas de transporte, hospedagem e alimentação. Nesta ocasião serão também premiadas as Faculdades às quais pertencerem os três primeiros colocados bem como seus orientadores.  O prêmio para as Faculdades será composto de Menção Honrosa e para os orientadores, Certificado relacionado ao Prêmio.

 

Art. 10° - Os trabalhos, premiados ou não, a critério dos instituidores, poderão ser objeto de publicação, sempre com crédito para os autores, sem que caibam a estes quaisquer reivindicações no campo do direito autoral.

 

Art. 11° - A participação no Concurso implica na total aceitação deste regulamento por parte do candidato.

 

Art. 12° - Os casos omissos neste regulamento serão decididos pelo Presidente da Sociedade Brasileira de História da Medicina em comum acordo com a Comissão Julgadora.

 

Lybio Martire Junior, Prof. Dr.

Coordenador de Premiação e Homenagens da

Sociedade Brasileira de História da Medicina

 

José Marcos dos Reis, Prof. Dr.

Editor do Jornal Brasileiro de História da Medicina

bottom of page